quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Opção

Eu pensei ser as margens do rio,
Para mostrar aos meus filhos o caminho.
Eu pensei ser o leito do rio,
Para mostrar aos meus filhos o caminho.
Depois eu pensei que meus filhos fossem o rio,
Fazendo cada um o seu caminho!

Concita
11/08/1985
















Rio Cocó, Fortaleza (foto de Luiz Almeida) Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/fotoglobo/posts/2010/01/10/parque-ecologico-do-coco-256294.asp

2 comentários:

  1. Mãe,

    Enquanto objeto dessa poesia, de nada sabia, agora, me posicionando como protagonista dela, confirmo a exatidão desse seu pensamento.
    Como sempre, mostrando com muita maestria sua visão de vida.
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Poesia que 'retrata' o respeito pela individualidade; muito mais do que seguir seu caminho é descobri-lo. Mariana Chaves

    ResponderExcluir

Direitos autorais

Os textos deste blog estão protegidos pela lei nº 9.610 de 19/02/1998. Não copie, reproduza ou publique sem mencionar os devidos créditos.