domingo, 6 de janeiro de 2013

Quem é, quem é?
















É juiz sentenciador,
É advogado defensor, 
É advogado acusador. 
Não tem corpo, 

Não tem alma, 
Não tem forma. 
Tem reação, 
Tem presunção, 
Tem alegria, 
Tem tristeza. 
É impiedoso, 
É bondoso. 
Fica doente, 
Fica cansado, 
Fica esgotado. 
Vive comigo, 
Vive contigo. 
Trabalha muito. 
Não pede licença, 
Não tem ordenado. 
Coitado do pensamento 
Para ele, não há feriado! 


Concita 
04/01/1977

No mundo do “ faz de conta”



No mundo do “faz de conta”
Todo mundo é feliz.
Não há metáfora,
Não há metamorfose,
Não há mitose,
Não há mato,
Não há monte,
Não há movimento.
No mundo do “faz de conta”
Todo mundo faz seu conto
Com encanto
E é feliz!

Concita
06/07/1977


Direitos autorais

Os textos deste blog estão protegidos pela lei nº 9.610 de 19/02/1998. Não copie, reproduza ou publique sem mencionar os devidos créditos.